quinta-feira, maio 18

(Resenha) Um Gato Chamado Borges

Título: Um Gato Chamado Borges
Autor: Vilto Reis
Gênero: Misterio

Olá docinhos, a pouco tempo nós recebemos um livro lindo do Vilto Reis, e nós prometemos uma resenha, não só para ele, mas para vocês também nosso leitores que estavam bem curiosos para saber do que se trata essa história, e para saber um pouquinho mais desse gato tão misterioso.

Mas se não faz ideia do que eu estou falando, antes de tudo convido vocês a darem uma olhada lá no post que apresento o livro, tem trailerbook e tudo ;)



Conhecemos João Meireles um jornalista/radialista, e ele está contando a sua história para um outro jornalista que quer entender os estranhos que aconteceram com João, então passamos a história propriamente dita. João chega em uma cidadezinha do litoral para recomeçar sua vida, mas logo ele fica desconfortável com as noticias óbito cujo causa da morte é suicídio, então ele começa a perguntar pela praia, se envolve com uma família meio mistica, e com uns figurões da cidade, todos parecem esconder coisas, e essas coisas vão enredando João de um jeito que todo esse caso se confunde com a história do próprio João.

A leitura é muito dinâmica, até nós que somos lerdinhas terminamos quase de uma sentada só, o autor faz um jogo de mostra e esconde que te faz seguir a leitura avidamente. O autor usa uma linguagem bem informal, descontraída até, me lembrava muito os antigos noir, quando a história passava no tempo atual eu quase sentia o cheiro dos cigarros, as rodas de maconheiros, aliás todas as descrições do Vilto são bem vividas, ele está de parabéns pois descrições é a parte que mais dá dor de cabeça quando eu escrevo.

No final conhecemos um pouco do autor Vilto Reis, que é editor chefe do Homo Literatus e criador da Editora Nocaute, sabemos um pouco de como foi o financiamento coletivo que proporcionou o lançamento do livro, e também ficamos sabendo de suas referências literárias, e gente, se ele não tivesse falado que Murakami era uma delas eu ia ter que falar que a semelhança era impressionante, mas como ele falou entendi essa semelhança, não que a história seja parecida, muito pelo contrario é completamente diferente, mas o clima é bem parecido, o mesmo jogo de mostra e esconde, onde a informação começa a ser dada então um evento acontece interrompendo tudo.

Eu ficava com uma cena desse livro do Murakami durante boa parte do livro ( essa cena é a do parque de diversões, haha só vou falar isso), por isso meio que não fiquei completamente surpreendida com a grande revelação, mas mesmo assim gostei muito do livro, é um tipico livro que depois que começa a descobrir tudo que está acontecendo você sente vontade de ler de novo para pegar tudo aquilo que você deixou passar.

Mas gente... e o gato? Ahh isso eu também não vou falar :P

Indico para todos que gostam de um bom mistério, e que mesmo a história falar de suicido, a história não é pesada, e mesmo tendo uma forte melancolia presente, acho seria um bom livro para uma leitura mais descontraída.


11 comentários:

  1. Nossa, fiquei muito feliz de ler essa resenha. E o desenho foi um verdadeiro presente para mim <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que bom que gostou, nós também adoramos o livro e o carinho com os mimos <3

      Excluir
  2. Sei não . . . essa resenha me fez lembrar o Daniel Galera em "Barba Ensopada de Sangue". E quando mencionou 'noir' o "Mistério no Centro Histórico" do Tailor Diniz.

    ResponderExcluir
  3. Adoro um bom romance, e sendo nacional, melhor ainda. Dica anotada :D espero conseguir ler o livro em breve.
    Beijos.

    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adoro um bom livro e, se tem mistério, temas pesados como o suicídio e se você gostou, vai agora mesmo para minha lista! Fiquei curiosa pelo gato e também por esse jogo de "esconde e mostra" que você mencionou! Quero muito ler, pois adoro livros de leitura rápida e que tratam de assuntos pesados de uma forma leve.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Interessante a apresentação do livro, não tenho essa fixação em ler nacional, gosto de boas histórias. Confesso que me senti meio perdida na resenha, sem entender bem o que acontece com quem.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? ADOREI a resenha HAHAAH Quero saber onde tem o gato por favor! Dica mais que anotada <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dani! Sua resenha está ótima, eu não conhecia esse livro, mas você falou tão bem da escrita do autor, e das descrições como se parecessem que o leitor estivesse dentro da história, que eu fiquei curiosa para ler haha. A história parece ser bem interessante, principalmente por conta do mistério. Já vou adicionar esse livro à minha lista. Bjss!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa sobre o mistério. A premissa é bem legal, gostei de saber que o autor te transporta para dentro da história. Amei a ilustração no final do post, ficou linda, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não conhecia o livro e a capa não nos diz muita coisa, mas sua resenha me deixou bem empolgada para le ro mais rápida possível. Amei a dica
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Daniele
    Isso que me perguntei: e o gato? haha
    Gosto de livros de mistérios, então gostei da dica. Ainda não conhecia, se você disse que é bom, daria uma chance.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir